• Apresentação

    201708_APDIS_JornadasXIII-03

    As XIII Jornadas APDISBibliotecas da Saúde: da Ciência Aberta à Investigação e Prática Clínica – pretendem ser um espaço de reflexão sobre o desempenho das bibliotecas da saúde e dos seus profissionais face à complexidade das múltiplas abordagens assumidas pela informação na área da saúde.

    Novos e diversos dados de saúde apresentam-se como novas oportunidades de investigação e de inovação, prestação de cuidados de saúde e sistemas de saúde. Este é um processo que tem sido desenvolvido, em parte, por rápidos avanços nas tecnologias e na ciência dos dados, que permitem novos meios de recolha, processamento e análise. Neste ecossistema em permanente mutação é necessário que investigadores, profissionais de saúde e da informação, reguladores, financiadores, decisores políticos, doentes e a população em geral considerem uma variedade mais ampla de evidências na tomada de decisão e desenvolvam dados de saúde com potencial de valor social e económico.

    Vive-se, na atualidade, um intenso diálogo a nível mundial sobre a acessibilidade, a reprodutibilidade e o rigor da investigação em saúde. Este diálogo está, de igual modo, alinhado com a necessidade de identificar maneiras sustentáveis de expandir a investigação em saúde e de gerar resultados aplicáveis ao bem-estar social. Os princípios e práticas da Ciência Aberta em saúde oferecem um caminho promissor para abordar ambos os objetivos: facilitam a maior transparência de dados e métodos, promovem a reprodutibilidade e o rigor da investigação, garantem a eficiência da combinação de ferramentas e de resultados da investigação. O objetivo é um novo conhecimento em saúde, a partir da maior produtividade e da redução no investimento em ciência; o objetivo é um cenário em que outros investigadores da área da saúde podem colaborar e contribuir e onde os dados da investigação, os relatórios e outros processos estão disponíveis em acesso aberto em condições que permitam a reutilização, a redistribuição e a reprodução da investigação e dos seus métodos e dados subjacentes. O paradigma da operacionalização da Ciência Aberta regista, porém, falhas de informação junto dos investigadores, dos profissionais de saúde, mas também dos profissionais de informação. É, assim, necessário um maior envolvimento desta comunidade da saúde para demonstrar que a Ciência Aberta na Ciência da Informação em Saúde pode realmente melhorar o rigor e a eficiência na investigação em saúde e na prática clínica.

    As Jornadas da APDIS são, uma vez mais, uma oportunidade privilegiada para os bibliotecários e demais profissionais de informação das ciências da saúde, provenientes de instituições diversas e, em muitos casos, geograficamente distantes, discutirem e aprofundarem conceitos, referenciarem e analisarem as boas-práticas existentes nesta área.

    As XIII Jornadas atribuirão, pela segunda vez, o Prémio Lucília Paiva, uma das pioneiras da APDIS, premiando a melhor comunicação oral e o melhor poster apresentados nas jornadas.

    Convidamos todos os colegas a estarem presentes e a aproveitarem esta oportunidade, apresentando comunicações ou posters, dando um contributo essencial para o desenvolvimento e o reconhecimento público da nossa atividade enquanto Bibliotecários da Saúde.